Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***MEU ROSTO, MEU ESPELHO DIANTE DA VIDA***.

***MEU ROSTO, MEU ESPELHO DIANTE DA VIDA***.

 

 

 

Chove dentro de mim

Dói enxergar o mundo assim,

Meu rosto... Meu espelho...

Meu rosto... Cheio de curvas...

Tanta amargura, tantas experiências...

Em minha mente muita tortura

Relâmpagos em minhas palavras

Denunciam meus problemas

Tristeza em minha voz

Denunciam minhas angustias

Percebi não ser aqui,

O lugar que para viver eu escolhi

Tarde de mais, tudo denunciam minha idade.

Denunciam meus gritos aflitos.

Em meu peito calejado de dor

Juntam-se rios de tristeza e amargura,

Olho-me no espelho, Triste reflexo diante de mim,

Olho-me no assistente do tempo, meu pior inimigo.

Que me mostra a dura realidade da vida, minha vida.

Sinto em minha alma um oceano em neve,

Frieza calma que domina meu ser...

Meu rosto o planto, solidão como acalanto...

Minhas mãos passeiam por esse mundo de crateras

Mãos fracas, mãos tremula.

Frieza calma frio na alma...

Meu passado: maciez beleza

Meu presente só tristeza

Meu futuro não sei...Talvez tristeza e longa idade...

Tudo denunciam minha idade, minha juventude perdida.

Denunciam crescimento e experiências vivenciadas ao longo dos tempos...

Denunciam solidão e amargura, que devora meu coração,

Meu rosto enrugado, um mundo de cratera.

Meu espelho diante da vida...

 

 

 

Autora Nadir Vilela
(direitos autorais reservados)
Em 20-09-2005 Brasil-Itatiaia-Penedo


Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 11/12/2005
Código do texto: T84383

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84739 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:30)
Nadir Vilela Poetisa