Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VERSOS NA AREIA.

TE  PROCUREI  PELOS CANTOS VAZIOS DA CASA,
NÃO ENCONTREI NENHUM VESTIGIO DO NOSSO AMOR.
SAI NO MEIO DA CHUVA CHAMANDO SEU NOME,
EM CADA ESQUINA ESTAVA A SOLIDAO.

ANDEI POR RUAS SUJAS E ESCURAS NA SUA PROCURA,
SO EU VAGAVA ENTRE AQUELES BECOS E VIELAS.
ENCOTREI UM BEBADO TROPESSANDO SEM DESTINO,
SERIA INUTIL PERGUNTAR DE VOCE.

PASSEI EM ALGUNS LUGARES ONDE JÁ FOMOS JUNTOS,
EU PARECIA UM FANTASMA NO MEIO DA NOITE PERDIDO.
SAI CAMINHADO SEM RUMO ATE A PRAIA,
SENTADO NA AREIA ESCREVI VERSOS PARA VOCE.

ASSIM COMO AS AGUAS DO MAR NÃO TEM SOSSEGO,
EU VIVO ASSIM DESDE O DIA QUE VOCE SE FOI.
MISTUREI MINHAS LAGRIMAS COM AS AGUAS DO MAR,
QUEM SABE QUANDO VOCE ENCONTRAR O MAR,
 PODERAR LEMBRAR DE MIM.

A LUA CHOROU JUNTO COMIGO,
ELA QUE EM UMA NOITE FOI TESTIMUNHA DO NOSSO AMOR.
MINHA AMADA MEU GRANDE AMOR,
HOJE PAGO UM PREÇO ALTO POR AMAR DEMAIS.

BRIONE CAPRI
BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 30/12/2005
Código do texto: T92339
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66606 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 03:59)
BRIONE CAPRI