Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Soneto da Solidão


É tudo escuro agora,
Olhos lacrimejando.
Tristeza que devora,
Coração palpitando.

Pensamento enganando,
Foi embora aquela calma.
O gesto demonstrando,
Entra um calafrio n'alma.

O sangue congelado,
Ar que vai sufocando.
Grito desesperado!

Sonho que foi frutrado,
Solidão que vem chegando.
Amor desenganado!
amorvida
Enviado por amorvida em 12/01/2006
Código do texto: T97870
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
amorvida
Aparecida de Goiânia - Goiás - Brasil, 33 anos
70 textos (5772 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:37)
amorvida