Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desanima-te oh tristeza... Fuja de mim!

Quero gritar, quero chorar, quero, quero,quero.... e não posso!!!
Tenho que me manter firme, de pé, não posso desistir...
A cada segundo o cinto aperta e a roupa me sufoca...
Grite o minh’alma, grite ancora da minha fortaleza....
Persistir é o que queria, mas como, se nem as pernas me atendem...
Desanima-te oh tristeza... Fuja de mim!
Vai, não voltes mais... A sua força é a minha fraqueza...
Triste estou, não sei como será daqui pra frente amor!
Não sei como posso me acalentar,
Como enfim não ter medo do acaso!
Do destino que em meio a tanta revolta não é mais meu amigo!
Se até o mesmo o beija-flor hoje não posou na flor! Se até mesmo o meu amor não soube me dizer o que aconteceu! Nem ao menos um beijo me deixou! ...
Como pudera em fim fugir de mim assim, não sabias tu que eu saberia, por que fugir de mim meu amor...
A flor que me deste já se foi com o vento do esquecimento, murchou, mas o beijo nunca cairia no mar do rompimento!
Taís Fraga
Enviado por Taís Fraga em 12/01/2006
Código do texto: T97894
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Taís Fraga
Salvador - Bahia - Brasil, 29 anos
59 textos (5011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:00)
Taís Fraga