Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Réquiém para um adeus...

Réquiém para um adeus...
Delasnive Daspet


Adeus.
Este é o meu canto a tua partida.
Faço um réquiém de  adeus.
Me digam - quem não chora, amargamente, a despedida?

Vivemos num mundo inseguro
E todo cuidado é pouco com a preservação...
Mas nem o cuidado que tive
Manteve-o salvo e são...

E percebo que em cada esquina
há um lobo; em cada rua um abismo,
o risco, o assalto, a febre, um lapso,
engano, o dano...

E, eis-me a relembrar, saudosa,
Teus afagos, teu sorriso,
Não sei como fazer para amenizar a ferida,
controlar a dor da despedida...

Não tenho muito a fazer,
Não posso impedir o viver
ah! se eu pudesse!
Se eu pudesse te aninhava em meus braços,
Te cantava uma canção de ninar...
MAs nada posso fazer,
Fiquei absurdamente impotente...
So me restou chorar o adeus...
Campo Grande-MS - 15,20 hs
16.01.06







Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 16/01/2006
Código do texto: T99590
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 66 anos
654 textos (28485 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 18:45)
Delasnieve Daspet