Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FINAL DA CAMINHADA


  Não há mais estrada a percorrer,

  sem sentido

  sem objetivo.

  Esta noite preciso ficar juntinho

  de ti, vem me socorrer,

  aquí em nosso ninho.

  Cante aquela cantiga

  antiga

  pra mim.

  Deixe o tempo passar

  me acalme, me dê carinho,

  preciso de amor, amar.

  A sós em nosso cantinho,

  sem ninguém,

  a nos importunar.

  Preciso rejuvenecer,

  pra te atender

  com mais ardor,

  amor, amor, amor...

  Estou carente,

  doente, demente,

  em meu final

  fatal.

  Nostálgicos dias

  sem alegrias.

  Não ouço músicas,

  ou canto de passarinhos,

  só ruídos,

  perdi meus sentidos,

  minh'alma e eu, sozinhos...

  Perdoa-me minha querida,

  é chegada a hora da verdade,

  final da caminhada sofrida:

  o fim de minha vida!
 
Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 19/01/2006
Reeditado em 19/01/2006
Código do texto: T100870
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
7710 textos (1652144 leituras)
2 áudios (1128 audições)
88 e-livros (6117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:11)
Maurélio Machado