Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O CORPO:(segundo meu ponto de vista)

O corpo:


Habito este corpo, que, me foi emprestado, por Deus.
Corpo este, que um dia, eu terei, que devolver a terra.
Onde perpetuado ele será, e alguém ira chorar por ele.
Sem saber a que choram, a este corpo, dizerem adeus.

Eu, já não estarei mais aqui, o que restará, é, matéria.
Um jazigo, um nome apenas, que usei um certo tempo.
Que me foi dado, para que, as pessoas, reconhecessem.
O corpo, e soubessem, quem, estava ali, e quem eu era.

Nesta minha passagem pela terra, nada, daqui, levarei.
Como, nada aqui eu deixarei, apenas, restará, saudade.
Aos que ficam, e que dirão, porque, eu, tinha que partir.

Mas, com certeza alguém dirá, Deus o chamou, e ele foi.
Pois, ele jamais se negaria, ao chamado de nosso mestre.
Que, com certeza precisou dele, por isso, ele, teve que ir.



Volnei R. Braga
Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 25/01/2006
Código do texto: T103417
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:25)
Volnei Rijo Braga