Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

GRITO DE ADOLESCENTE ÍNDIGO

Eu não sei quem eu sou
  Esqueci a que vim
  De tão só que estou
  Experimentei, extasiei...
  Para relaxar, me diziam
  Relaxei, viagei...
  Mas retornei pior
  Talvez parte de mim
  Minha alma, sei lá
  Já sei foi e nem percebi
  Ninguém nota minha presença
  Não percebem minha ausência
  Esqueci a que vim
  Por vezes me chamam à razão
  Não tenho idéia de quem são
  Mostram-me fragmentos de uma missão
  Fracassada, desintegrada ao adentrar
  Um imenso oceano de paixão
  Sofro calado as dores da solidão
  Não me encontro, não me entendo
  Não me faço entender
  Esqueci a que vim
  Esqueci de como viver
  Não sou aceito como sou
  Isto bem cedo percebi
  Devo ter aspecto desumano
  Um espectro descomunal, talvez
  Fui evitado, recusado, mas também
  Muito procurado por questões
  Que sabia as respostas
  Mas esqueci...esqueceram de mim
  Trancado neste quarto fétido
  Abro minha porta e não entra ninguém
  Fecho-a para o mundo, melhor assim
  Esqueci o que sou, ou quem sou
  Se sou mesmo alguém...


   DIANA LIMA, SANTO ANDRÉ/SP, 21/07/2005
Diana Lima
Enviado por Diana Lima em 19/02/2006
Código do texto: T113912
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Diana Lima
Santo André - São Paulo - Brasil
152 textos (52795 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 09:09)
Diana Lima