Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Queimando pontes

Queimemos a ponte logo acabada de atravessar,
pois impossível será camuflar a nossa força
crescente e viva, que adiante precisa marchar,
ao invés de retroceder mediante certa ameaça!

Não obstante haverem vários caminhos a seguir,
quando descremos noutra saída, senão a da frente,
desenvolvemos a capacidade maior de prosseguir
a missão, quando na retaguarda a ponte for ausente!

Ambigüidade de avanço e retrocesso é castradora
de ideais vitoriosos no porvir, porquanto enfraquece
totalmente energia e auto-confiança a qualquer hora,
esgota a fonte vital, enquanto a aurora empalidece!

Na subida mui íngreme,  natural é carecer muleta,
porém que não se desmanchem as tarefas ao meio,
Deus, em seu fluido infinito, abre e não fecha porta
à evolução intermitente gerada de qualquer anseio!

O fracasso domina quem  alimenta  rumos à fuga,
por recear a derrota, titubeando na sua confiança,
mas queimar ponte inútil é pagar preço do milagre
que a vida oferece àquele  que seu coração sangre!

Santos-SP-08/03/2006
Inês Marucci
Enviado por Inês Marucci em 08/03/2006
Código do texto: T120204
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Inês Marucci
Santos - São Paulo - Brasil, 54 anos
584 textos (23406 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:21)
Inês Marucci