Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Rainha dos Condenados

Do além do olhar vem ela impura,
sob uma toga negra, atra e medonha.
Vem para redimir todo o que Sonha,
tornando templo o que era sepultura.

Arrebatando toda criatura,
vem como a morte e sua luz tristonha,
mas os cegos da fé vêem risonha
a herdeira do Sol-Posto, a diva escura.

Rainha é, e ajoelho-me ante o altar!
Não me pertence a vida: se eu pecar,
que sinta na alma seus açoites súbitos!

É um ser etéreo, sujo em nossa lama;
invisível ao olhar, mas cuja fama
se vê no flagelado olhar dos súditos!
Aleister Dostoiévski
Enviado por Aleister Dostoiévski em 02/04/2006
Código do texto: T132442
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aleister Dostoiévski
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
6 textos (180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:47)
Aleister Dostoiévski