Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ciganos

Perfumes etérios
que emanam desses ciganos saltérios,
que cantam,
gesticulam e dançam
a magia reluzente
da vida em que se viaja.
E da guitarra
soltam gemidos;
fados cansados
que abandonados
entoam cantigas sangrentas,
vidas lacrimejantes.
Mas o sol brilha,
se recolhe a maré
e aquilo que não se diz
fica cravado na fé.
O leito aumenta,
fomenta a abundância
pois aquele que não se lamenta
permanecerá criança.
Herdará essa nostalgia,
essa instância,
esse momento de ser palavra
na voz de uma lembrança.

Lídia de Sousa   30-07-05
yin
Enviado por yin em 20/04/2006
Código do texto: T142211
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
yin
Portugal, 38 anos
11 textos (263 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:05)
yin