Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sinais do Inverno


Lá vem a chuva...
Com os seus ventos, com o seu frio,
Com as suas águas que transbordam os rios,
As várias gotas que transmitem uma estranha amargura.

Que frio é esse que além do corpo alcança a alma?
Anormal fenômeno que escurece o dia e o coração,
Que deixa os homens e os cenários em pura desolação,
Que frio é esse que nos angustia e não acalma?

Inverno, por que nos abates com violência?
Parece-nos mergulhar num buraco profundo,
Faze-nos lembrar das misérias desse mundo,
E oprime-nos numa situação de subserviência.

Ora... gotas de chuva, molhem-me!!!
Limpem-me dos meus erros, das minhas sujeiras,
Mas, por favor, deixem-me um pouco delas,
Para que eu não esqueça da minha vil natureza.

Lá vem a chuva...
Lá vem o Inverno, eis o meu Inferno,
Pois retrata o meu sofrimento eterno,
Apaga facilmente o Sol, as estrelas e a Lua,
E transforma-me numa hedionda criatura.




Todos os Direitos Reservados pelo Autor.
 
Fábio Pacheco
Enviado por Fábio Pacheco em 07/05/2006
Reeditado em 24/05/2006
Código do texto: T152168
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Pacheco
Recife - Pernambuco - Brasil
1095 textos (55957 leituras)
10 áudios (233 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:30)
Fábio Pacheco