Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chamado do Anjo

Chamado do Anjo

Da noite escura do tempo
Ouvi a voz d emeu anjo
Que cansado de escutar meu lamento
Veio acordar-me para a vida

Como fazer um retrato dele?
Sem trair um mínimo detalhe
Era lindo, maravilhoso
Não tive base de comparação.

E então para ser apenas fiel
Pintei com a imaginação
E toda a doçura de uma gota de mel
O que revelou ao meu coração.

Naquele momento poderia ser o que fosse
Mas era ele mesmo meu anjo
Descido lá do astral.

Vestido e enfeitado com as jóias da Beleza
Tornouse meu príncipe
Belo, radiante, formoso, galante
E desde então tornei-me sua amante

Cantou com sua harpa melodiosa
E soprou com sua flauta harmoniosa
No ar sua mensagem misteriosa
Que deixaram minha alma curiosa

De desejo, de aprender e reaprender
A música, a poesia, a beleza e a criação
Então deixei de ser ambiciosa
E deixei fluir com ele minha emoção

A natureza de sua angélica canção
Dissipou de mim a escuridão
Tocada por sua perfeição
Saltei o muro que me ofuscava a visão

E vi que de seu frasco de perfume
Ele jogava uma chuva de lágrimas sentidas
Pois quando eu andava meio perdida
Vivia amarga a queixar-me com azedume

Vivenciando uma existência sofrida
Mas ele acendeu a chama
E através de seu equilibrado lume
Assim mimha pobre alma sofrida
Voltou a sorrir para a beleza da vida.

Aradia Rhianon
Enviado por Aradia Rhianon em 29/05/2006
Código do texto: T165392

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aradia Rhianon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1208 textos (87693 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:13)