Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Um louco na tempestade

"Pegai-me"
Gritava o louco em meio a chuva
Brandia um pedaço de galho de árvore
E continuava a gritar na sua luta
 
"Dizei-me"
Parou e gritou o louco na chuva
Soltou suar arma que veio da árvore
Ajoelhou-se e desistiu de sua luta
 
"Obedecer-te-ei"
Chorou aquele ser em meio a chuva
Alguns passos e agarrou-se em uma árvore
A tempestade,  o trovão,  e fim de luta
BOI (Luciano Alencar)
Enviado por BOI (Luciano Alencar) em 04/07/2006
Código do texto: T187652
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original).
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BOI (Luciano Alencar)
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 29 anos
246 textos (25427 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:13)
BOI (Luciano Alencar)