Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALMA NUA


Despida vive minha alma
livre de qualquer veste
sou em tudo transparente
ainda que nada mais me reste

Visto-me de sentimentos
cubro-me com a transparência do amor
assim minha alma terá sempre
a pureza e a leveza de uma flor

Nada faço que me envergonhe
quero da vida a verdade
uma verdade sempre a mostra
sem nenhuma falsidade

Sou agasalho de mim mesma
sem máscaras, sem panos
ainda que padeça por isto
não cometerei desenganos

Vivo conforme meus princípios
não comungo a falsa verdade
nasci nua e assim permaneço
nua desejo voltar pra eternidade


Célia Jardim
Célia Jardim
Enviado por Célia Jardim em 23/07/2006
Reeditado em 06/12/2007
Código do texto: T199965

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Célia Jardim
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (43821 leituras)
19 áudios (1393 audições)
9 e-livros (765 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 09:57)
Célia Jardim