Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chegou a Hora, Aurora


Ah... aurora, senhora, eis um momento feliz,
Aurora nome de rua, de praça, nome de mulher,
Sois de fato Sol nascente, cor de bom café,
Por favor, procuras explicar-me o que me diz.

És nascente de várias formas de vida,
Dás vitalidade a nossa imensa fauna e flora,
Vai, aurora, despertas todos os seres agora,
Ó luminosidade querida, beleza colorida.

Chegou a hora, aurora, vamos embora,
Acabas com toda a nossa escuridão,
Dissolves a discórdia e a desilusão,
Olha, aurora, como iluminas a flora.

Ilumina as nossas vidas, mas tem que ser agora!
Chega de lágrimas que caem a nossa revelia,
Que não respeitam qualquer tipo de hierarquia,
E, enfim, apazigua o nosso agitado dia-a-dia,
Para que contemplemos a hora da vossa glória.




Todos os Direitos Reservados pelo Autor.
Fábio Pacheco
Enviado por Fábio Pacheco em 01/08/2006
Reeditado em 15/11/2006
Código do texto: T206929
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Pacheco
Recife - Pernambuco - Brasil
1095 textos (55927 leituras)
10 áudios (233 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 12:12)
Fábio Pacheco