Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Seara
Águida Hettwer

Senhor a mesa está posta, colhi frutas maduras, escorrendo doçura, apanhei flores de várias cores, espalhei por todos os cantos. 

Sob o cântaro d água, derramei minhas lágrimas, meu pranto sentido dilacerou meu peito, todos meus defeitos, pus-me a prantear. 

Vem toma a tua mesa, carrega a tristeza que me invade, seara comigo, trazendo a paz no olhar, afaga meu ser com tua sabedoria. 

Deus alimenta minh ´alma com teu santo espírito, exorta-me com amor, pois sou tua filha.
Edifica tua morada em mim, que eu em tudo dei graças, restaura o canto nos lábios, agilidade nos passos para te seguir... 

Pai amado livra-me do pecado, que tuas palavras estejam vivas na mente, praticadas intensamente, carrega-me no colo nesse momento que tanto preciso.
Pois o tenho como amigo, pai amoroso e eterno consolador. 

Nem tudo são flores, já diz um velho ditado, mas nos espinhos sendo arrancados lentamente tenho experimentado teu amor sublime. 

Bom saber que posso contar contigo, sei que a onde está lá do alto ouve meu chamado. 

Tantas vitórias têm a cantar aos quatro cantos da terra, teu alimento me sustenta nesse momento. 

Posso refletir claramente, que o dia de ontem, não retorna mais, mas esse dia que amanhece posso me alimentar de alegrias. 


06.08.2006
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 06/08/2006
Reeditado em 06/08/2006
Código do texto: T210249

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116352 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:42)
Águida Hettwer

Site do Escritor