Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vagão de vozes

Eu não falo por mim.
Sou apenas o vagão da frente do trem,
Carrego atrás muitas mulheres
E suas vozes me falam...
Muitas almas presas
Mulheres tímidas
Desencontradas...
Vagando como eu.
Em busca de respostas...
Amor, liberdade e coragem.
Eu grito mil vozes de mil almas
Grito vivências, quereres...
Eu expresso o que sinto
Não queres ouvir tape os ouvidos
Pois eu não minto.
Não sou mulher pequena e silenciosa
Que cabe em qualquer cantinho...
Não sou mulher de sorrisinhos
Eu danço pelo salão
Quero todos os cantos
Quero sorrisão...
Aquele que vai de uma orelha a outra
Quero rir sempre.
E se chorar, não chorarei sozinha
Muitas chorarão comigo.
Todas as mulheres do vagão.

Carolina Salcides em 11 de setembro
_______________________

Carolina Salcides
Enviado por Carolina Salcides em 13/09/2006
Reeditado em 23/09/2007
Código do texto: T239219
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolina Salcides
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 36 anos
133 textos (51327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:04)
Carolina Salcides