Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

BRAÇOS EM CRUZ

Há uma branca luz na fronte
Que ilumina toda a paisagem,
E as pedras da íngreme passagem
Que leva o homem ao horizonte,

Do amor e a seguir os passos,
Não importa a raça ou a idade,
Do Cristo que mostrou a verdade
Quando abriu, em cruz, os braços.

Suas palavras fortes de vivas cores,
Ainda zumbem como abelhas indiscretas,
Têm mais beleza que versos de poetas,
Divino bálsamo que alivia as dores.

Canteiro da verdade no verde jardim
Onde se busca a paz da sua sinfonia
Que faz acordar e sair da triste agonia
Os que pensam que a morte é o fim.

Cintilantes estrelas na escura noite,
Bronze insistente que bate e soa
N’alma orgulhosa de toda pessoa
Que irada lança mão do açoite;

Para punir o outro como supremo
Juiz sentado em tribunais dementes,
Mas, trazem consigo culpas ridentes,
Destilando gota a gota o seu veneno;

Que a impedem de compreender a pureza
Dos ensinamentos, da força do perdão,
Que vive eternamente no coração
Do Cristo que é, da vida, a fortaleza.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 19/06/2005
Código do texto: T25868

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343150 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:56)
Maria Hilda de Jesus Alão