Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sublimar




Somos sublimes quando
Detemos aquele instante inútil
Que persuade nossa harmonia
Ao suicídio e nos calamos
Para que a torpeza dos imbecis
Não contamine nossa translação

Somos sublimes quando capazes
De empunhar uma poética
Verdadeiramente poética
– A poesia se liberta –
É sólida em seu instante
E se dispersa

Somos sublimes quando
Nossa força esgota
E mesmo assim levantamos
Para atravessar o esgoto
Na inválida tentativa
De validar nosso rosto

Somos sublimes quando
Anulamos a lógica do mundo
E rejeitamos ditames malignos
Quebrando o inquebrável
Destino consigno

Somos sublimes quando
Vazamos o hermetismo
E rimos de nosso martírio
Regamos os lírios
E o perfume torna ao sentido

Sublimar é ser não mítico
Sublime estar de espírito
O homem livre
Ritual
Enviado por Ritual em 10/10/2006
Código do texto: T260879
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ritual
São Paulo - São Paulo - Brasil
92 textos (2222 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:26)
Ritual