Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como Flor de lótus
elisasantos


Raízes fincadas na escuridão... na terra, os pés descalços, arraigados
À matéria, que infiel deteriora ao ar e inconteste investe em erosões
De sonhos, do corpo e das emoções, assim flui a vida. A que se pode ver!
No relógio, o tic que antecede o tac, acelera os medos e fadados...


Aos limites impostos, com as mãos no peito, em busca de luz
Que amenize da vida o começo imerso em lodo, em círculos
Ansiando superfícies, como flor de lótus, procurando espaços
Rompe-se a barreira do solo e sem dolo outrora submersos...


Avistamos ao céu! Carícias das luzes, mestras em modelagem
Tiram as aparas, fortes odores espalham-se perfumando as noites
Outrora sem luar, com mágicos olores espirituais, da terra redimidos
Nasce, em pleno espírito, uma especíe magnífica em plena superfície,

Espalhando em luzes vida-nova em noites de eterno luar!



elisasantos
Enviado por elisasantos em 12/10/2006
Reeditado em 12/10/2006
Código do texto: T262380
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
elisasantos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
430 textos (24473 leituras)
1 áudios (91 audições)
4 e-livros (163 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:07)
elisasantos