Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdoa-me Ó Pai

Escrevi este poema em 31 de agosto de 2.003. Em um momento de intensa aflição. Não vou dizer que as aflições deixaram de acontecer, o que mudou foi a forma como eu as vejo, nos dias de hoje.

®Rick Steindorfer 07 11 06

Perdoa-me Pai amado
pela minha falta de fé.

Perdoa-me Pelo meu medo
e por não aceitar a vida como ela é
por que ela é fruto de minha vontade
e não da Tua, que é apenas amor.

Perdoa-me pela minha insatisfação
e por querer sempre mais neste mundo
mesmo sabendo que ele é transitório
e que não é aqui que devo construir minha casa.

Perdoa-me os erros persistentes
pois eles são frutos de um ego temeroso
que tenta se agarrar com unhas e dentes
a mentiras criadas pelo desamor.

Perdoa-me por não confiar em tua guiança
e por estar sempre Ti questionando
sobre a direção que Tu desejas
dar ‘a vida que me emprestastes.

Daqui para frente, meu amado
vou me esforçar para abrir mais minha mente
me trabalhando mais no silêncio
fazendo crescer o amor em mim.

Eu sei que apenas com o amor
podemos mudar o nosso mundo de ilusão
e vivermos num universo pleno de paz
e constante felicidade.

Entrego a Ti, Pai adorado
toda a força de meu ser,
para que me ensines a usa-lo
pois em Ti eu sou tudo e fora de Ti, sou nada.

Rick Steindorfer
Enviado por Rick Steindorfer em 07/11/2006
Reeditado em 07/11/2006
Código do texto: T284905
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Rick Steindorfer). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Áudio
Perdoa-me Ó Pai - Rick Steindorfer
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rick Steindorfer
Águas de São Pedro - São Paulo - Brasil
3533 textos (516019 leituras)
33 áudios (94901 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:36)
Rick Steindorfer