Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO HÁ DOIS MIL ANOS

     
          COMO HÁ DOIS MIL ANOS

   
    Como dois mil anos atrás
    O justo ainda fala por parábolas
    Porque muitos escolhem Barrabás.

    Os viciados pelos vicios morais
    Atiram pedras nos viciados materiais
    E somos reféns dum medo irracional
    Perdendo a noção do bem e do mal.

    O ignorante teme ser reconhecido
    O inteligente com o sábio ser confundido
    E o sábio teme ser crucificado
    Na cruz que em clamor se desfaz
    Como dois mil anos atrás.

    Ressurgem sedutoras, sem assombros
    Sodoma e Gomorrá dos escombros.
    O planeta aquarda a vinda
    Dum grande lider espiritual
    Que diga o que não foi dito ainda.

    Novidade, será Jesus na televisão
    Cabelo crespo, pele cor da noite
    Ou olhos cor do céu, cabelo de trigo
    Dizendo que esteve comigo, contigo
    Numa roupa à prova de traição.

    Talvez voltem Sòcrates, Buda, Adão
    E alguém orando, via internet
    Comendo pipoca, mascando chiclete
    Leve um susto, pelAdão.

    O importante é que expliquem pra gente
    Por que as palavras da salvação
    Amor, Paz, Fraternidade
    Têm significados tão diferentes
    Dentro de cada coração.

    Mas, sem olhos de ver,ouvidos de ouvir
    Reconheceremos o enviado celestial?
    Que trará em fim a paz
    Se uma parte em nós chama pelo Cristo
    E a outra pra sobreviver
    PRA SOBREVIVER!
    Negocia com Barrabás
    Como dois mil anos atrás.          
Mariáh Oliveira
Enviado por Mariáh Oliveira em 16/11/2006
Reeditado em 01/12/2006
Código do texto: T292560
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mariáh Oliveira
Guarulhos - São Paulo - Brasil
147 textos (11808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:30)
Mariáh Oliveira