Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Martírio de um suicida...

Um corpo que caí...
Esse corpo é o meu...
Mais uma vida se subtrai...
Mais uma vida que se perdeu...

Um corpo surrado...
Marcado pelas amarguras da vida...
Trazendo consigo todo o cansaço...
Ocasionado por aquela bandida...

Um corpo que muito amou...
E que hoje jaz inerte...
Uma alma que este corpo abandonou...
Por não mais suportar esse joguete...

Apenas um corpo falído...
E uma alma que chora...
Por estar tão aborrecido...
Por ter sido tão covarde naquela hora...

Teria sido mais fácil suportar...
A triste dor da solidão...
Por você não mais querer me amar...
Tristeza doída do coração...

Agora não mais adianta chorar...
O que fiz...Já foi feito...
Meu corpo já não mais quer falar...
Pois não aguenta mais a dor no peito...

Apenas um corpo no chão...
E ainda esculto o uivar do vento...
Talvez seja essa a ultima canção...
Que selará meu ultimo momento...


P.S.Queridos leitores amigos amigos...Nesses pequenos versos,faço um
apelo: "Jamais desistam da vida!!! "
Não existe dor maior do mundo que a dor de ter desistido da luta,da vida
que DEUS nos proporcionou para o nosso amadurecimento espiritual...Acreditem a má-fase é apenas passageira...Enquanto que a dor da morte precipitada é quase infinita...
Ricardo Salem
Enviado por Ricardo Salem em 02/07/2005
Código do texto: T30207

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (você deve citar a autoria de Ricardo Salem e o site www.ricardosalem.prosaeverso.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Ricardo Salem
Japão, 46 anos
326 textos (45207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:07)
Ricardo Salem