Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FLOR DE OURO**

Da monotonia da eternidade
os deuses brincam conosco,
ditando seus versos cifrados
para os profetas tomados
que os lavram em pergaminhos.

Dos céus jorram palavras divinas
que pousam diretas
nas bocas sábias que encarnam
com a força primal do verbo
e nos ensina doutrinas sagradas

São forças que encarnaram
na Palestina, na Índia
e na antiga China
e todas igualmente deixaram
as mesmas verdades
de amor, simplicidade e bondade.

Lições de lucidez extrema
que nos ensinam
serem as transformações,
advindas do coração.
Se esconde no peito pulsante,
o ser original vivo em nós.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 12/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33433

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32926 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 23:54)