Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POUCO CONHECIMENTO**

Noto que Deus me deu a vontade
e a necessidade de contar histórias,
de traçar enredos e falar de desejos.
Deu-me a palavra
e o desconhecido para desvendar.
Justifico assim o meu delírio
de ir além do que aprendi nos livros.
Vejo com clarividência
que onde nasce a luz nasce a alma
e o universo crepita, cintila,
criando vida na água.
A natureza procria na dança dos planetas,
o oceano balança, faz o contrapeso.
Na Terra tudo é único e se multiplica
e o silêncio só existe à distância,
de perto tudo são explosões nucleares,
mistério enquanto se desconhece.

Estrelas acendem brilhos no cosmos
e na terra o homem busca,
no infindo fragmento, a fonte atômica.
Insiste em produzir energia sem vida
contra meu desejo anticientífico, humano, animal,
de sobreviver à hecatombe total.
O homem é só uma doença do planeta,
um vírus letal em guerra constante,
e eu um mero pensador sem instrução,
sem revelação divina
a me imiscuir por caminhos
de onde já nem sei sair.
Sou bicho acuado no concreto,
na encruzilhada da vida, no meio de homens e morte
tentando sobreviver.

Sou o cientista sem instrução,
alquimista virtual,
mesclando cores, odores e palavras,
trotando no cavalo louco do pensamento.
Sou como o vento balançando a mata,
derrubando ninhos,
provocando revoadas e debandes.
Mas logo me acalmo
e volto para o assento comum dos mortais.
Já não quero viajar pelas sendas estreitas e frestas da realidade
Inventar um mundo é fácil;
o duro é desmanchar a rocha
e fazê-lo escorrer como lava de vulcão.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 12/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33471

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32927 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:28)