Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

outono


Hoje é, domingo.
Estamos no outono, e faz frio.
O vento sul sopra forte
A tristeza invade m’alma.
Olho a minha volta, vejo árvores nuas.
Suas folhas, arrancadas pelo vento.
Jazem espalhadas pelo chão
Que aos poucos, sendo arrastadas.
Levadas de um lado para outro
Até que o chão completamente limpo
Nos faz, parar e pensar, que tudo.
Não passou de uma miragem
Mas não era, é o outono que chega.
Em sua magnitude...
De acordo com a natureza
Para que na primavera
Nossas árvores nuas, de hoje.
Tenham, suas folhas renovadas.
Como nossa fé, e a nossa esperança.
Que se renovam a cada dia
Como a natureza renova,
A cada alvorecer de uma nova manhã
Nos  fazendo ver, o que não vimos ontem.
Por não prestarmos á devida atenção.
Mas que hoje chegam, como revelações.
De coisas que deixamos, guardadas.
Em algum lugar de nosso passado...




                                   Volnei Rijo Braga



Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 20/08/2005
Código do texto: T43954
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:24)
Volnei Rijo Braga