Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Princípio do ciclo relativo


A vida não é justa
A vida não é injusta
O homem é que me faz pensar
O homem é que me faz temer

Duas vezes,
Três vezes,
Até infinitas vezes
Nós é que somos iguais
Nada é assim tão certo

Porque o homem aprisiona o tempo
Ele dorme consciente
Toda vez
Que julga
Tudo errado
Tudo igual

Se a vida fosse uma só
Tudo seria tão mais parecido
Mas o homem é esse ser
Que tem passado
E faz questão de esquecer

Como um caroço sem semente
Ele vai ver com o dia
Que a noite é seu oposto
Tão parecido como
A diferença em infinitas coisas

Por isso o homem chorou
Por isso o homem berrou
Por isso o amor do homem não mudou

E se sofre
E se a vida é vítima
O homem é que destrói o homem
Pela injustiça, pela justiça
Pela força, pela fortaleza
Tudo ganha sentido novamente...


Mar de Oliveira Campos
Enviado por Mar de Oliveira Campos em 07/10/2005
Código do texto: T57518
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mar de Oliveira Campos
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
77 textos (5348 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 13:01)
Mar de Oliveira Campos