Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O mago e sua horda

Incautos são vocês que,
Afrontados pela dor
Mais pura e intensa,
Corroída e mais dura,
Transformam criatura em criador,
Criador em criatura.

Vêem águas espalhando-se
E rastejando sobre a areia,
Como o vento, carregando o pó,
Formando esculturas mórbidas e desérticas.
E sorriem um riso plácido;
Quase cômico,
Prostrados em sublime devoção.

Suas flores têm mais aroma,
Suas vitórias têm mais sabor,
Seus sonhos são norteados
Pela clara cor dos céus.

No fim o benfeitor cai no esquecimento,
Mas na loucura humana
Das galerias mundanas,
Sou a voz solitária
Que tenta calar multidões.
Valter Pereira
Enviado por Valter Pereira em 27/09/2007
Código do texto: T671172

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Valter Pereira
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
237 textos (8054 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 16:57)
Valter Pereira