Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU , NA SEPULTURA

Aviso: Amanhã completa-se o segundo aniversário de minha participação  no recanto. Estive praticamente um ano sem publicar nada, em razão de mudanças. Para comemorar o segundo aniversário, publico hoje. Amanhã estarei longe do PC. Obrigado a todos pelos elogios e críticas. Estou crescendo, VEM.






Não quero ser apenas  um cadáver frio,
quando deixar “eu”-espírito,este corpo.
O retorno para  mim será como desafio
concedido,para resgate, mesmo pouco.

Não  quero  eu apenas  ficar na sepultura,
como lembrança de um corpo esquecido.
Quero poder ir  até contra esta  cultura,
que cria um céu, todo ele sem sentido.

Não quero que visitem o meu túmulo,
quero até ser  deixado ao sabor do tempo,
poder servir de repasto às aves de rapina,
servir para elas como possível  alimento.

Não me imaginem como este ser que sou,
mas,como  inteligência, além  desta visão.
Que pode servir-se deste e outros corpos,
para atingir todo ideal da perfeição.


26/10/2007-VEM

Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 26/10/2007
Reeditado em 15/08/2008
Código do texto: T710517
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (111917 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 21:14)
Vanderleis Maia