Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESCADA FRÁGIL


Eu sei amigo dos degraus dos anos,
Às vezes tenho medo, a escada parece frágil,
Há tantos degraus e estamos longe do que fomos,
Antes não nos surpreendia o inimaginável.

Porque será que antes brincamos com a sorte?
Será que não sabíamos dos perigos a nossa volta?
Teríamos que fazer tudo antes que chegasse a morte,
Ou sabíamos que Deus fecha uma, mas abre outra porta?

Quantos e quantos mistérios em cada degrau...
E tanto sonho em cada lance de subida.
Não estamos em um foguete numa subida celestial,
Estamos diante do bem e do mal em nossa vida.

Reconheço a fragilidade da escada aos tempos,
Mas como fugir aos vendavais que assolam tudo?
Em cada degrau abaixo estão todos os exemplos...
Portas se fecham, mas creio em Deus no mundo.

© by Walterbrios
18 de novembro de 2005
Walter BRios
Enviado por Walter BRios em 18/11/2005
Código do texto: T73344
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Walter BRios
Salvador - Bahia - Brasil, 61 anos
358 textos (13842 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:52)
Walter BRios