Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poesia sem titulo.pc4

    Entre portas escuras, passagens de loucura.
    Entre as fronteiras do mistério, mordidas de carinho.
    Por pequenos laços unidos ao tempo, em uma linha de destino.
    Dentro de uma flor pistas do amor e da dor.
    Os espinhos do ciúme não espantam há abelha, que leva o amor do beija-flor.
   
    Galáxias há beira-mar.
    Rotinas entre ruas.
   
    Sonhos que se escondem atrás das cortinas dos seus olhos e, evaporam com toda a imaginação que produz sua alma, lavando o seu corpo.
    Enxuga suas lágrimas com o  lenço dos mortos, levanta o céu escondendo todos os corpos.
    Luzes do egoísmo brilham nos olhos dos lobos, enquanto os cordeiros correm na tentativa de se salvarem no salto do abismo, que trisca o seu íntimo, logo depois de passar pelo infinito fundo da vida.


Um começo de lógicas de um final sem nexo.....obrigado
rodrigo vieira
Enviado por rodrigo vieira em 20/11/2007
Reeditado em 18/12/2008
Código do texto: T745388
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
rodrigo vieira
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil, 30 anos
182 textos (9301 leituras)
1 e-livros (26 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 09:59)
rodrigo vieira