Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MINHA VIDA, RETRATO

Tentei desenhar um simples retrato, de fato,
que pudesse expor, falar e dizer do algo abstrato,
que existe em mim....
Mudando  as cores,
colocando as coisas em seus devidos lugares
e com ares de inocência eu vi a seqüência seguir.

Com passos velozes muitos dos meus algozes
vinham ao encontro de mim, para cobrar  redimir
fatos passados já há muito esquecidos por mim,
em vidas passadas que foram e assumi o resgate.
Aqui.

E agora, diante de tudo que vejo, antevejo,
não consigo lembrar das coisas passadas,julgadas,
do meu compromisso com a lei redentora,
então o sofrimento vem logo cobrar as dívidas
que ficaram para traz quando assumi e nunca  quitei.

E agora eu sei do meu compromisso e, diante disto,
fica o silêncio da ignorância e, parecendo criança,
pedindo ajuda, começo a chorar e cobrar,
como se tudo dependesse dos outros e nunca de mim.

E a vida seguiu o seu rumo traçado para algum lugar,
eu, no entanto, ainda não sei se seguindo vou indo
encontrar o destino final, escrito nas linhas
por mim desenhadas, no simples retrato
e o fato de ser tão abstrato fica até irreal


05/07/02-VEM

Vanderleis Maia
Enviado por Vanderleis Maia em 29/12/2005
Reeditado em 15/08/2008
Código do texto: T91594
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderleis Maia
Imperatriz - Maranhão - Brasil
1412 textos (110778 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:11)
Vanderleis Maia