Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Janelas da Alma

A minha terra anela por ti...
O meu deserto em fim formou-se entre as flores do jardim...
Despertas me deste sono profundo, ressuscita-me dentre os mortais...
Faz de mim manancial, deleita-te em mim e fazes mi viver!!
A janela de minh’alma revela que sou de verdade,
O que penso, o que desejo.

Pule...
Essa janela,
Viva e deixe viver,
Janelas da alma somos eu e você,
Ela nos deixa tão longe...
Mas perto quero estar...

Janelas eu pularei, muralhas romperei...
Não há nada que possa me deter...
Valente nunca fui, mas por ti, nem o sono me apruma,
Despertar em fim, viver talvez...
Janelas da alma sou eu e você!
Taís Fraga
Enviado por Taís Fraga em 17/01/2006
Código do texto: T100156
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Taís Fraga
Salvador - Bahia - Brasil, 29 anos
59 textos (5011 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 10:52)
Taís Fraga