Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÚPLICA AO SANTO PROTETOR UNIVERSAL  -  SÃO JOSÉ



Ó meu São José! Glorioso São José!
Padroeiro de Caxias, hoje é o teu dia,
Festejado e aclamado em muitos lugares,
Grande carpinteiro, homem fiel e sábio.

Obediente aos conselhos de Deus,
Filho descendente do rei maior de Israel,
Pai do filho de Deus feito homem na terra,
Compreensivo, carinhoso e homem fiel.

Chegou de viagem e olhou Maria grávida,
Por toda a cidade de Nazaré comentavam,
Que José foi traído e sem ter com ela casado,
Dias se passaram, e as fofocas aumentavam.

José sabia que o filho de Maria não era seu,
Angustiado tratou da separação de Maria,
Que nada podia falar, calada assim ficava:
Sofria José em perder a bela noiva Maria.

Não aspirava ficar na vergonha do povo,
Perante as leis duras e do apedrejamento,
E sofreu no silêncio sem nada reclamar.
Em sonhos - Deus enviou um anjo,
Contando toda a verdade sobre Maria.

José assumiu Maria como esposa,
Sem nada querer ou questionar.
Ó meu São José! Glorioso São José!
Insigne do trabalho é privilegiado!

Protetor de todas as famílias!
Morreu nos braços de Jesus!
Do teu filho mais amado.
São José, pai de todos os pais!

Que soube muito amar a família.
Guardou e livrou de todos os males,
Percorreu quilômetros atrás da paz,
Envolvendo o filho do Deus amado.

E sempre teve acolhida nas jornadas,
É tu José, esposo da Mãe de Deus!
Protetor de todos os trabalhadores!
Não condenas a ignorância dos homens!
Ainda há como mostrar a última verdade.

Repleta de tantos pecados, aflitos e angustias,
Foi o escolhido entre tantos homens,
Para ser o pai de Jesus aqui na terra,
E padroeiro Universal das Igrejas.

Peço-te humildemente!
Com o coração em chamas de desejo,
Que abras um caminho no universo,
Jesus disse: que tu podes fazer tudo.

Então nosso bondoso São José!
Suplico-te que proteja os povos!
Que sofrem os efeitos de uma guerra,
Das lutas do poder e das ambições.

Derramando sangue em vão,
Rogo-te cheio de glórias São José!
Escuta-me nesta poesia e oração!
Colocas o teu exército em prontidão!
Faze como fizeste nas areias do deserto!

Atravessando na noite escura,
Correndo grandes cordões de areias,
E Maria segurando o menino Jesus,
Salteadores e ladrões partiram,
Antes de avistarem os três divinos.

Pensando que fosse um grande exército,
A procura daqueles ímpios salteadores,
Fugiram deixando todos os furtos,
Na obscuridade reinou o silêncio,

E São José, Maria e o menino Jesus,
Atravessaram as areias quentes e frias,
Ó meu São José, meu glorioso São José!
Intercedei na Paz das Nações dos homens!

Das guerras preventivas e ameaçadoras,
Beatíssimo São José, Pai de Jesus!
Esposo da Virgem Santíssima!
Livra-os das correntes que seguram os homens,
Cobrindo com o teu manto sagrado universal.

Amém!


ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 19/03/2006
Reeditado em 30/09/2011
Código do texto: T125364
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2055739 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:59)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor