Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O FILHO PRÓDIGO.


HINO N°-82.
Letra e Música de Manoel Lúcio de Medeiros.
Palestina –Mauriti –Ce. 26/Setembro /1980.

Havia um homem que tinha dois filhos,
O mais novo veio, e disse ao seu pai:
Pai dá-me à parte que me pertence,
Deixa depois eu ir!Pai dá-me à parte,
Que me pertence! Deixa depois eu ir!

Coro.
Pai eu pequei contra ti!
Contras o céu eu pequei,
Já não sou digno de ser,
Chamado teu filho!
Pois contra ti contra o céu,
Meu pai eu pequei!

Foi-se embora, o filho pródigo,
Todo o seu dinheiro em prazer acabou,
E na cidade onde ele estava,
Muita fome passou, para viver, e não morrer,
Com porcos se alimentou!

Porém um dia o jovem pensou!
Lá com meu pai, o pão não faltou!
Eu voltarei, e lhe direi,
Pai sou um pecador!
Trata-me como se eu fosse escravo,
Teu filho, já não sou!

E decidiu voltar para casa,
Ainda longe, o pai o avistou,
Correndo aos braços, do filho amado,
O seu rosto beijou, deu-lhe a túnica,
Deu-lhe sandália, e ao filho perdoou!




Direitos autorais reservados.
Malume
Enviado por Malume em 25/10/2006
Código do texto: T273355
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16867 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:31)
Malume