Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RECOMPENSA



NUM MADEIRO DE BRAÇOS ABERTOS LÁ ESTAVA "ELE".
PESANDO NOS SEUS OMBROS "COMO SE FOSSE UM PÊNDULO" TUDO DE ERRADO DA VIDA HUMANA.
DOS SEUS OLHOS, TINGIAM-SE-LHE O LIQUIDO ENCARNADO DO SOFRIMENTO E DOR.
DO SEU OLHAR DE AMOR, AINDA DISSE:
PAI, PERDOA-OS POIS ELES NÃO SABEM O QUE FAZEM.
OS CRAVOS, TRANSPASSARAM-LHE MÃOS E PÉS.
O CÉU, FEITO CORTINA RASGOU-SE  E UMA CHUVA MISTERIOSA MISTURAVA-SE ÁS LÁGRIMAS DO SALVADOR.
MUITOS DE CORAÇÃO BOM, PRANTEAVAM A CENA, SOLUÇAVAM O SENTIMENTO DA DOR.
AO TERCEIRO DIA, CUMPRIU-SE A PROFECIA E O TEMPLO FOI RESTAURADO, SUBINDO AO PAI, NO SEU SANTO TRONO DE GRAÇA.
TRIUNFANTE "POIS A TUDO SUPORTARA" FORA PELO PAI ABRAÇADO E HOUVE FESTA NO CÉU.
E OS ANJOS, AGORA FELIZES TOCAVAM HARPAS E LIRAS SANTIFICADAS,REGIDAS PELO SENHOR DA CRIAÇÃO.
E O SOM, ERA INDESCRITIVELMENTE CRISTALINO E AFINADO.
ESSA, SEM DUVIDA, É A RECOMPENSA PARA TODO AQUELE QUE RECEBE, SUPORTA E SUPERA TODA A DOR.
POIS OS BRAÇOS DO PAI, ABRIR-SE-ÃO PARA RECEBE-LOS NA ETERNIDADE LHES CHAMANDO DE MEUS FILHOS.
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Enviado por CARLOS SILVA POETA CANTADOR em 02/11/2006
Reeditado em 01/03/2008
Código do texto: T280439
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
CARLOS SILVA POETA CANTADOR
Feira de Santana - Bahia - Brasil, 53 anos
138 textos (7804 leituras)
3 áudios (305 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:56)
CARLOS SILVA POETA CANTADOR