Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VENCENDO


VENCENDO

Durmo, acordo e penso na vida,
Às vezes, no rosto uma lágrima caída,
Mas prefiro a felicidade espontânea que Deus me dá.
O mundo confabula a fim de me confundir,
Talvez, a fim de me ver sofrer,
Contudo, cada molécula do meu corpo responde
E uma força transcendental invade meu peito
Me guiando por esse caminho estreito que é a vida,
Então, penso que entende-la é mais que tudo...
Bendigamos, bem disse em outros versos,
Porque dizer bem é viver bem,
Ainda que assim o diga em infinitas palavras,
Pedirei ao senhor que me guie
Com sua infinita sabedoria,
Para que eu nunca fique disperso.
Vamos pensar na vida a todo instante,
Agindo construindo a humanidade
E mostrá-la sabiamente aos nossos filhos,
Ensinando-os a fraternidade,
Para que possamos dormir, acordar e pensar na vida,
E quando sentirmos a lágrima caída,
Que seja ela lágrima de felicidade.
Devemos procurar um tesouro
Nas manhãs quentes ou nubladas,
Nas tardes de inverno, ou de verão, tão esperadas,
Nas noites com seus encantos subentendidos,
Pensar nos amores mal ou bem vividos
Dos pais, do amigo, do cônjuge ou do irmão,
Buscando a resposta sempre em comunhão
E participar, definitivamente da paz que vem do céu,
Enviada por Deus e seu filho Jesus nosso menestrel,
Que nos mostrará o caminho que tanto procuramos
No fatigado cotidiano, que enfrentamos com resistência forte,
Até que se passem dias, meses e anos
E o ciclo humano continue com outras vidas
E, então, finalmente, possamos vencer a morte...





Eduardo Dias
Enviado por Eduardo Dias em 03/11/2006
Código do texto: T281064
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eduardo Dias
São João de Meriti - Rio de Janeiro - Brasil, 36 anos
15 textos (467 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:14)
Eduardo Dias