Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Doce refúgio

Quantas vezes eu saí.
Procurando encontrar.
Alguém que fizesse feliz,
O meu triste caminhar.

Foi então que encontrei,
Um menino a me falar,
Coisas lindas que eu nem sei...
Deu vontade de chorar:

Moço, preste atenção,
Naquilo que eu vou lhe dizer.
Existe uma grande pessoa,
Que também sofre por você.
Se a figueira não floresce,
Nem há fruto no pomar,
Jesus Cristo hoje te sustenta,
Pra você não se machucar.




Wilson de Souza
Primavera, 1996
WILSINHO ABECE
Enviado por WILSINHO ABECE em 18/07/2005
Reeditado em 23/08/2009
Código do texto: T35367

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILSINHO ABECE
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 53 anos
33 textos (2209 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:39)
WILSINHO ABECE