Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Recebeu uma proposta
de negócio irrecusável
era preciso viajar
pela manhã sem falta
a outra cidade distante
e o contrato assinar
O que ele não sabia
é que o veículo que o conduzia
não ia fazê-lo chegar
ao
lugar desejado
No meio do caminho
por uma imprudência
abatido de lado
por outro carro com violência
ele viu seu corpo
de repente destroçado
"Mas que é isso!?"
perguntou-se com estranheza
De uma forma maravilhado
entendeu que era a morte
"Agora vou descansar..."
A surpresa imediata
foi ser levado a um lugar
Não era céu nem inferno
dos que contam por aí
mas o momento em que Deus
coloca a justiça Dele
em cada coração
A vida passada a limpo
com todos os detalhes
sem nenhuma omissão
Reconhece não merecer
o lugar de paz com Deus
"Mas o que fiz de errado?
Fui um homem de princípios
até amei e fui amado"
No entanto nunca ligou
para o que sua mãe ensinou
Que o único caminho
que leva até Deus
é o Seu filho Jesus
Na terra achava inconveniente
essa informação dos crentes
todo dia e lugar
"Aceita Jesus, o Salvador?"
Nunca abria a bíblia
guardada na estante
agora o livro denunciante
mostrando que o
"eu não sabia"
nesse momento, mentia
era o fator crucial
Ah! Por ele saber ter que ir
para longe de Deus
o fez sentir-se mal
E era uma coisa tão simples
bastava querer a Verdade
entregar a sua vida
deixar-se fazer criatura nova
dizendo: Tem misericórdia de mim!
Mas ele não quis assim
Jesus! Jesus e agora?!
estava em prova
tinha naquela hora
a certeza absoluta
"Vou ficar de fora
esse é o meu fim"
Sair da presença do Amor
é tristeza, ódio, é dor
Ele foi desesperado
para onde escolheu
mesmo sem ter desejado
Assim é que o homem morreu!

Disse Jesus: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida, ninguém vem ao Pai a não ser por mim.
Amém!  Vai querer morrer?
Heloisa Prado
Enviado por Heloisa Prado em 06/10/2007
Código do texto: T683482
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Heloisa Prado
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
270 textos (33590 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 00:19)
Heloisa Prado