Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM ÍMPIO

Vi um ímpio qual erva verde
Vicejar por toda a terra;
Sorvia a largos goles,
Do copo que se lhe dera;

Era altivo e soberbo,
E se dava por seguro;
Dizia não ter medo,
E que confiava no futuro;

Levantava a vós aos céus,
E falava com insolência;
Pra ele não existe Deus,
Não tem temor e nem ciência;

Congrega as suas cabras,
E se impõe como pastor;
Come o leite e as carnes delas,
E ainda pisa o que sobrou;

Não fortalece a fraca,
A doente não cura,
A desgarrada não busca,
E da gorda se empanturra.

Prometendo-lhes liberdade,
Engoda as almas inconstantes;
Aquelas que se afastavam
Daqueles que são errantes;

Seus filhos são nédios,
Tem no coração fantasias;
E não sabe que é néscio,
E não tem sabedoria;

Muda em mentira a verdade,
E não cogita da justiça;
Tem dizeres de vaidade,
E se fortalece na mentira;

Muda os estatutos
E perverte o direito;
Come qual um bruto
E não fica satisfeito;

Não há temor de Deus nele,
Nem conhecimento do altíssimo;
Não se humilha nem se arrepende,
Nem cogita do juízo.

Esses são ímpios,
E vivem em segurança;
Eles são malditos,
E sem bem-aventurança.

Eles não herdarão a terra;
Aos justos ela será dada;
Pois que por sua causa
Pranteou e se murchara.
oliprest
Enviado por oliprest em 18/11/2007
Reeditado em 27/04/2015
Código do texto: T741825
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Oli de Siqueira Prestes). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
oliprest
Manaus - Amazonas - Brasil, 67 anos
2149 textos (181850 leituras)
245 áudios (2546 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 14:30)
oliprest

Site do Escritor