Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Clareza da infância

A Lua, que pelas estradas do campo desertas
Mostra o sinal da vida do ser humano
Sobre teu lindo semblante tão soberano
Dissemina luz às noites espessas

Nasceste para a Lua, és mesma experta
Em pleno desenvolvimento, obra unissonante
Planta que prosperou, de ano em ano
Para uma majestosa e verdadeira nobreza

À Lua, que é mãe e madrasta da noite, à verdade
Agora se levanta a minha oração com certeza.
Não deixe que ela nunca entre em intrepidez

A saída em ti, que sem duvida é soberana de leveza
De modo que vem logo à noite cada vez mais clara
Sobre o entardecer jubiloso da tua face colorida.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 04/05/2006
Reeditado em 05/05/2006
Código do texto: T150346
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79570 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 14:20)
R J Cardoso