Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O PATO DOIDO

Para fugir de um ensopado
Prá lá de apimentado
O pato doido, deu no pé...
Quase caiu na boca do jacaré
Que não o comeu por causa do chulé.
Encontrou um gato prá lá de doméstico
Que escrevia texto poético
Rimando olhos com repolhos.
O patão comeu ração
De montão
E no pescoço
Ficou um caroço
Engasgado, caiu no poço
Com o rabo molhado
Voou pro telhado
Recém pintado.
Algumas ricas plumas
Ficaram pintadas
A tinta secou
A asa colou
E o pato doidão
Suave ave
Não mais voou.
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 27/05/2005
Código do texto: T20103

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916722 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:30)
Denise Severgnini