CapaCadastroTextosÁudiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

O mendigo, a menina e a herança

Era uma vez, uma menina curiosa
Que desejava descobrir algo importante
E que não aceitava respostas duvidosas
Para suas perguntas interessantes

Filosofava sobre tudo com seu jeitinho infantil
Queria compreender seu mundo
E ir cada vez mais fundo
Naquilo que já descobriu

Certa vez, assistiu ao jornal
E ficou triste com a notícia fatal:
Pessoas que matam outras por causa de uma herança
Isso mexeu demais com aquela criança

A menina chorou bastante
E começou a se perguntar
"Por que tanta violência e tanta ganância?
Por que destruir a vida por causa de uma herança?"

A hora de ir para a escola se aproximava
E a menina foi se arrumar
E, andando cabisbaixa, ela estava a pensar
Numa forma de todo o mal se acabar

No caminho da escola,
Encontrou um mendigo
Ele não pediu esmolas
Mas queria ter um amigo

" Menininha, por que estás tão triste?
Parece até que a esperança não existe!
Diga-me o que se passa em seu coração
Pode ser que você encontre a solução"

" Senhor morador de rua, tenho medo do futuro
Parece que tudo ficou vazio e escuro
Hoje, eu vi a história da filha que matou os pais
Por causa da maldita herança, a família perdeu a paz"

" Menininha, não chore, a morte não é o fim
Ouça-me  com atenção, confie em mim
O maior tesouro é o que levamos para o céu
A herança verdadeira é mais doce do que o mel
 
Um dia, todos vão ressuscitar
Para viver no paraíso, onde nenhum mal há
Jesus nos prepara um lindo lugar
Onde o amor, a paz e a justiça sempre vão reinar

Sou peregrino nessa terra, minha pátria é celestial
Fui resgatado pelo amor incondicional
Nunca tive um lar nem uma família para me acolher
Mas é a Deus que pertence o meu caminho, o meu viver

Saiba, menininha, que a fé é a maior herança
Que ela agrada a Deus e nos traz força e esperança
É fácil de transportar, pois cabe no coração
Não se desgasta com o tempo, nem sofre desvalorização

Sei que aqui sou um mendigo
Mas aguardo a glória do porvir
Pois Jesus é meu grande amigo
E me levanta se eu cair

Portanto, doce menina, não desista de sonhar
Leve consigo a herança da fé
Faça aquilo que Deus quer
E sua vida vai melhorar"

Os conselhos do sábio mendigo
Soaram como música ao seu ouvido
 E, sorrindo, a menina o agradeceu
 Por ter mostrado que a fé é a herança que nos firma em Deus
 
 
Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira (MCSCP)
Enviado por Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira (MCSCP) em 18/06/2012
Reeditado em 21/06/2012
Código do texto: T3730117
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2012. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Maria Cleide da Silva Cardoso Pereira (MCSCP)
Castanhal - Pará - Brasil, 34 anos
296 textos (12655 leituras)
2 e-livros (75 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/14 16:58)