Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Senhor, esta é minha infância.

                                                 
Senhor...
Eu não pedi, estou aqui.
Onde vivo tão sozinho.
Tenho fome, e sinto frio.
Sinto falta de carinho.
Minhas roupas são farrapos.
Mais sou honesto, meu Senhor.
Eu, nunca roubei, apenas mendigo.
Um pouquinho do seu amor.
Se eu tenho casa, não, não tenho.
A minha casa, são as ruas da cidade.
Apenas o céu, eu tenho por cobertor.
As estrelas são as luzes.
Nesta jornada de dor.
Senhor, jamais tive um Natal.
Como nunca vi, um Papai Noel.
Jamais ganhei um brinquedo.
Mesmo que fosse, um desenho de papel.
Senhor, esta é minha infância.
E nela vivo, assim como indigente.
Sem afeto sem carinho.
Mas neste mundo, ainda tenho FÉ...

                 Volnei R. Braga

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 06/08/2005
Código do texto: T40877
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147454 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:59)
Volnei Rijo Braga