Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HORTA MALUCA

Foi,foi la na loja do Antão,
que comprei aquela sementada,
estava tudo em liquidação,
veio de tudo,não faltou nada.

Num daqueles sacos de semente
tinha alguma coisa esquisita,
pois em cima de um dormente
ficou encoberto de parasita.

No lugar onde plantei o aipim
so foi nascendo pé de jaca,
tinha canteiro so de capim,
e olhe que eu não crio vaca.

No lugar que o húmus recolho
bem la no fundão da horta,
plantei semente de repolho
mas so nasceu ervilha torta.

Nasceu uma moita de agrião
no lugar que semeei acelga,
nunca vi tanto almeirão
nem em criame de canário belga.

Então aos poucos fui reparando
tinha nascido ate pitangueira,
fiquei sem saber o estava plantando
se era jabuticaba ou bananeira.

Onde plantei um punhado de xuxu
e tambem umas covas de batata,
ali,so foi nascendo o carurú,
que deu mudas pra mais de lata.

uma tarde aquela horta destruí
mas não fui fazendo tudo sozinho,
mais da metade daquela cerca abrí
fui chamando,o gado do vizinho...
GIL DE OLIVE
Enviado por GIL DE OLIVE em 29/08/2007
Código do texto: T629441
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GIL DE OLIVE
Campos do Jordão - São Paulo - Brasil
2600 textos (230436 leituras)
31 e-livros (2315 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 13:09)
GIL DE OLIVE