Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRA QUE MAIS BANHO?

Vou te molhar, lerda, calaguinha...
Pensei estar fazendo um bem imenso
A ela, gorduchinha, a esperar!

À porta da casinha, estava ela
Após aquela chuva, pra que mais, banhar-se?
Educadamente, adentrou sua casa amarela!
 
A esperar, fiquei, na hora, havia brisa
Já via os calanguinhos em algum lugar
O exemplo da mamãe, seguindo:

Banhar-se demais, tu não mais, precisas!
Estás me lendo, calanga Luísa?

Sobradinho-DF,     02/10/07-abello
abello
Enviado por abello em 03/10/2007
Reeditado em 03/10/2007
Código do texto: T678284
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
abello
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 75 anos
937 textos (65917 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 15:43)
abello