Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O balanço...


No começo a velocidade era pequena.
Pra cima e pra baixo.
Dava para sentir o vento e escutar a canção.
Quem me empurrava só queria ensinar...

Sentia-me seguro – não tinha medo de voar por cima do muro.
Lá do alto, por alguns segundos vi o mundo encantado do faz de conta.
Minha inocência tocava a vida da alegria.
Hoje que meu mestre se foi – a força do balanço vem dos meus pés.

É diferente; tudo ficou mais pesado.
Mal consigo o meio para sair do solo.
Nem mesmo fico com o olhar pra frente.
Vigiando minhas costas de certa gente.

Mas aquele carinho da infância bem balançado.
Virou amor cheio de esperança.
Livrou-me da ganância.
E dia destes, eu construirei meu sonho:
Soltar-me sobre o céu azul.
No meu próprio balanço...
www.jaederwiler-poeta.blogspot.com


jaeder wiler
Enviado por jaeder wiler em 05/10/2007
Reeditado em 05/10/2007
Código do texto: T681104
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jaeder wiler
Mantena - Minas Gerais - Brasil
370 textos (17675 leituras)
9 e-livros (8156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/10/17 10:40)
jaeder wiler