Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pipa no ar.

Pipa no ar...

Vem ventania e a leva acima do mar.
Quem sabe acima das nuvens.
Onde moram os anjos que também gostam de voar.
Com ela desenho pintura no fundo azul, ou no ar.

Quando o cinza aparece é hora de arrastá-la para a terra.
Não é medo da tempestade elétrica, mas da outra pipa dentada.
Conduzida por uma turma malvada.
Que querem minha linha cortar.

Sou esperto e finjo fugir, com piruetas me safo.
É como pilotar um avião na guerra.
Corta a força para um mergulho estratégico.
Mudo-a de direção enganando o inimigo.
E aqui está ela, sã e salva na palma da minha mão.

Antigamente eu mesmo fazia minhas pipas.
Aqui na cidade grande, se compra pronta.
Mas a rabióla  e os detalhes do meu time de futebol escolhi.
E quero bater recordes de vôos no meio da guerra dos cortantes.
Onde não se sabe quem é mocinho e quem é bandido.

O que vale é brincar.
Mantendo a pipa colorida no ar.
Vermelho, amarelo e verde...
Matizes de infâncias que jamais serão esquecidas.

www.jaederwiler-poetablogspot.com
jaeder wiler
Enviado por jaeder wiler em 11/11/2007
Código do texto: T733265
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
jaeder wiler
Mantena - Minas Gerais - Brasil
370 textos (17674 leituras)
9 e-livros (8156 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/10/17 12:05)
jaeder wiler