Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Doce Tempo


Doce tempo
Que sua ausência
Me faz relembrar.

O abraço apertado
O leve toque de mão.
A carícia atrevida
Que incendeia o coração.

Doce tempo
Que revigora meu viver
Meus anseios e emoções
Em um novo renascer.

Doce tempo
Que ficou para traz.
Hoje, só recordação.

Aquele beijo
Cheio de carinho
Ternura e afeto.
Perdeu-se no tempo!

Seu cheiro
Se foi com a brisa.
Como rosas despetaladas.

A doçura do seu corpo
Os encantos e segredos,
O vento levou.


Poema publicado na Antologia Nacional de Poesia.
MARES DIVERSOS, MAR DE VERSOS - Maio 2009.
Wilcaro Pastor
Enviado por Wilcaro Pastor em 14/04/2006
Reeditado em 08/06/2009
Código do texto: T138815
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilcaro Pastor
Coronel Fabriciano - Minas Gerais - Brasil, 65 anos
489 textos (37611 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:38)
Wilcaro Pastor